Páginas

Marcadores

terça-feira, 23 de outubro de 2012

SANGUE NOVO


Foto de Giancarlo M. de Moraes

Sou piá e não renego,
minha raça e procedência.
Sou filho de uma querência,
que é obra do Criador.
Sou pequeno e de valor,
sou gaúcho cem por cento,
tamanho não é documento,
sou gaúcho, sim senhor!

Esta figura de miúdo,
traz esperança e coragem,
estampando na imagem,
o futuro do meu pago.
Plantarei todas que trago,
nas verdejantes coxilhas,
as sementes farroupilhas,
que brotarão a lo largo.

Tenho aprendido muito
e muito tenho a aprender.
Nunca é demais o saber,
para uma mente sadia.
Não faz bem a rebeldia,
nem pra piá, nem pra marmanjo,
na obediência me arranjo,
sou guri de boa cria!

Mesmo sendo um piá,
já tenho meus ideais,
de enaltecer mais e mais,
minha gente e meu povo,
meus ancestrais sempre louvo
e ainda serei legenda,
qual um herói das contendas,
na seiva de um sangue novo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário