Páginas

Marcadores

terça-feira, 16 de abril de 2013

"APAXONADO"

Desenho de Felício Lampert
Se achegou no bolicho
com um olhar deslumbrado
e no balcão escorado
me historiou de um cambicho
que tal qual um carrapicho
bem enroscado na crina
uma mulata flor de china
com olhar de lua cheia
lhe encantou que nem sereia
só relampeando a retina

Pediu logo uma garrafa
daquela de alambique
e sem muito riquefique
eu lhe disse desabafa
onde tem fogo tem fumaça
tua cara não me engana
descasca logo a banana
que ela não tem caroço
desembucha esse pescoço
e manera mais na cana

Distante andava o pensamento
vagando alheio a tudo
permanecia ali mudo
como um guri desatento
resmungou por um momento
dando um suspiro dobrado
quadrou o corpo de lado
e mesmo sem olhar pra mim
com um timbre de clarim
gritou "tô apaxonado"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário