Páginas

Marcadores

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

CARINHO E BÓIA QUENTE

Foto Própia

Pra banda de um fim de tarde
vinha sovado da lida
meu zaino todo suado
o cusco mais que assoleado
mas a guaiaca sortida

Matei a sede dos dois
no passo do carrapicho
refresquei minhas canelas
e o pó só tirei da goela
com a água benta do bolicho

Primeiro fiz sinal da cruz
e pro santo uma oferenda
as contas botei em dia
comprei doce pras crias
e um presente pra prenda

E já de noite no rancho
ganhei beijos e abraços
comi uma bóia quente
carinho pra um vivente
se refazer do cansaço

O cusco de pança cheia
e o zaino já na cocheira
amanhã emendo o laço
ensebo de novo o basto
e sento o fio da carneadeira

Daqui uns dias outra jornada
sem conhecer o lugar
vida de peão é assim
mas o que conforta enfim
é ter pra onde voltar

Nenhum comentário:

Postar um comentário